Artigos
2017-11-14

O simbolismo da Vieira no Caminho de Santiago

Não importa qual dos Caminhos esteja a percorrer, pode ter a certeza de que irá encontrar inúmeros símbolos da Vieira ao longo do Caminho até Santiago de Compostela.

Um dos símbolos mais emblemáticos do Caminho a Santiago é a Vieira. Ao longo dos anos, muitos mitos tentaram associá-lo a St. James. Um desses mitos diz que se tornou um símbolo icónico porque os peregrinos medievais a levavam durante a viagem a Santiago de Compostela, usando-a como um objeto substituto da tigela para segurar os alimentos e a água.

Outra lenda diz que o apóstolo uma vez resgatou um cavaleiro coberto de Conchas de Vieiras e, uma versão similar desta história afirma que, enquanto o corpo de Santiago era transportado por um cavaleiro de Jerusalém para a Galiza, o cavalo caiu na água e emergiu coberto destas “conchas”. Também não é coincidência que, em alemão, a Vieira seja conhecida por "Jakobsmuscheln" (mexilhões de Jacob) e em francês é chamada de "Coquille de Saint Jacques".

Hoje em dia, a Vieira, assim como a seta amarela, é usada para orientar os peregrinos ao longo de muitos caminhos diferentes até Santiago. Mas além disso, porque é que esta “concha é tão importante para os peregrinos? Diz-se que este símbolo é uma metáfora, na medida em que as suas linhas representam os diferentes caminhos percorridos pelos peregrinos de todo o mundo, que conduzem a um ponto, o túmulo de São Tiago em Santiago de Compostela. A Vieira pode ser encontrada em marcos ao longo do caminho, orientando os peregrinos na direção correta. Assim como na era medieval, muitos peregrinos usavam a Vieira presa ao pescoço ou nas costas para facilmente serem identificados e garantir que seguissem sempre o caminho certo.

Ao longo do caminho a Santiago de Compostela, pode encontrar inúmeras Vieiras em lojas de souvenirs. Sendo que voltará a casa, esses amuletos servirão como um pretexto para contar a sua experiência àqueles que têm interesse em percorrer o caminho ou mesmo às pessoas que já o percorreram.

Além da Vieira, existem mais quatro símbolos que podem ser encontrados ao longo do Caminho:

"Seta amarela": este é um símbolo muito popular entre os atuais peregrinos como um elemento orientador do percurso a seguir. Nos dias de hoje, a utilização desta seta está presente em quase todos os caminhos rumo a Santiago de Compostela;

"Cruz de Santiago": este é o símbolo do cristianismo e da proteção de Deus. O branco representa a pureza e o vermelho simboliza o sangue de Cristo;

"Cabaça": Refere-se ao sistema de transporte de água utilizado pelos antigos peregrinos na época medieval durante o Caminho. Este era um equipamento básico para as peregrinações, tornando-se assim um dos principais símbolos do Caminho de Santiago;

"Botafumeiro": Este é o famoso incensário da Catedral de Santiago de Compostela. O incenso é queimado neste recipiente de metal à medida em que é balançado. Este momento está associado à meta, mas é também um símbolo religioso, uma vez que se acredita que o seu fumo sobe ao céu juntamente com os pedidos e ações de graças dos peregrinos até Deus.

FAQ